quarta-feira, 16 de março de 2016

"Eu sou um profeta do caos", afirma Delcídio a jornal

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado / O Financista
Após ter sua delação premiada homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), o senador Delcídio do Amaral concedeu entrevistas aos jornais O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo . Ele afirmou que fez uma ‘colaboração de político’ e que se considera um "profeta do caos".
“Eu não sou vilão. Eu não sou bandido. Eu sou um profeta do caos”, diz Delcídio à Folha . Ao jornal, ele também ironizou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. “Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso”, afirmou.
Outro citado na entrevista é Edinho Silva, ministro da Secretaria de Comunicação Social. “Esse aí não aguenta um empurrão”.
Para o Estadão , o ex-líder do governo no Senado disse que irá retornar às suas atividades, mas não sabe como será recebido. “É uma incógnita, claro”. Delcídio declarou que sua delação "junta as pontas". “Vai ficar fácil para os investigadores trabalharem com outras informações já existentes”.
Em relação a Mercadante, o senador afirmou: “Não tenho intimidade com ele, como é que ele fala da minha filha em entrevista? Ele não pode negar aquilo que está na gravação”. Ele também classificou como loucura a provável ida de Lula para algum ministério. Quando questionado se tem medo de morrer, Delcídio disse: “Eu, pessoalmente, não. Mas, evidentemente, a gente tem que tomar muito cuidado com a família”.